close
Nem precisa de neuralizador




O imaginário da cultura ufológica já forneceu abundantes clichês ao imaginário popular: desde algumas constantes morfológicas dos visitantes de outros mundos — com suas insistentes cabeças desproporcionais e seus membros filiformes — até chavões tão pitorescos como essas sondas anais que muitos supostos abduzidos confessam ter enfrentado. Contudo, os elementos que acabaram gozando de melhor sorte nas ficções alheias são aqueles que puderam se integrar num modelo de pensamento paranoico, que deixou que ser condição específica de toda testemunha de uma aparição ufológica para virar uma democrática ferramenta para lidar com um presente de certezas cada vez mais apagadas.Seguir leyendo.



Source link : https://brasil.elpais.com/brasil/2019/06/12/cultura/1560373387_292943.html#?ref=rss&format=simple&link=link

Author : Jordi Costa

Publish date : 2019-06-14 20:59:28

Copyright for syndicated content belongs to the linked Source.

Tags : El País

The author News2