close
El País

O fotógrafo que captura a passagem do tempo na abandonada Tchernobil

O fotógrafo que captura a passagem do tempo na abandonada Tchernobil




Faz algum som a árvore que cai na floresta sem que ninguém possa escutá-la? As imagens que David McMillan registrou durante os últimos 25 anos na zona de exclusão de Tchernóbil recordam esse paradoxo budista. O fotógrafo canadense é um dos poucos — mas não o único — a ter passeado ao longo desse tempo pelos espaços abandonados da cidade de Pripiat (norte de Ucrânia), a 30 quilômetros da usina nuclear.Seguir leyendo.



Source link : https://brasil.elpais.com/brasil/2019/05/29/cultura/1559120597_204230.html#?ref=rss&format=simple&link=link

Author : Héctor Llanos Martínez

Publish date : 2019-05-30 20:06:24

Copyright for syndicated content belongs to the linked Source.

Tags : El País

The author News2