close
El País

Boris Fausto e o golpe de 64: “É impossível ir contra fatos estabelecidos”

Boris Fausto e o golpe de 64: “É impossível ir contra fatos estabelecidos”




O historiador e cientista político Boris Fausto, 88 anos, é autor de estudos clássicos sobre a história do Brasil e foi professor titular do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo. Em entrevista à Pública, ele diz que não havia “ameaça imediata de implantação de um regime comunista” nas vésperas do golpe militar que completa 55 anos na próxima segunda-feira. Segundo ele, as afirmações mais recentes de Jair Bolsonaro sobre a ditadura não são uma “reinterpretação”, mas a “negação de fatos” comprovados na historiografia em documentos, testemunhos e reconhecimento do estado brasileiro dos crimes cometidos no período de exceção (1964 a 1985). Fausto, que também é membro da Academia Brasileira de Ciências, vê o cenário futuro com preocupação. “Andei falando antes das eleições que estávamos na corda bamba, na beira do abismo e não vejo muitas razões para mudar essa sensação. É triste”.Seguir leyendo.



Source link : https://brasil.elpais.com/brasil/2019/03/30/politica/1553984610_147330.html#?ref=rss&format=simple&link=link

Author : Thiago Domenici (Agência Pública)

Publish date : 2019-03-31 01:21:08

Copyright for syndicated content belongs to the linked Source.

Tags : El País

The author News2